Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Intimidades Reveladas



Segunda-feira, 29.09.14

Oito mitos sobre sexo que podem atrapalhar o seu relacionamento

Ninguém quer admitir que está fazendo sexo errado. Quando chegamos à adolescência geralmente queremos provar que já sabemos tudo sobre o assunto, mas a verdade é que mesmo na fase adulta ainda não temos nenhuma pista, e continuamos cheios de dúvidas sobre como o sexo realmente funciona. Depois, carregamos esses mistérios não revelados para nossos casamentos e, por conta disso, sem dúvidas construímos relações que não incluem sexo ou que incluem sexo, mas do pior tipo.

De acordo com o livro: “Don’t Put That in There! And 69 Other Sex Myths Debunked”, de Aaron E. Carroll e Dr. Rachel C. Vreeman, existem muitos mitos e histórias mau contadas a respeito do sexo. Mesmo que você ache que sabe tudo sobre isso, você com certeza será surpreendido (a)…ou ao menos ficará curioso (a). Veja oito mitos sobre o sexo que podem estar arruinando o seu casamento — ou simplesmente amortecendo as coisas na cama — e descubra quantos deles você já sabia.


1) Fazer sexo quando está menstruada não engravida
É muito menos provável que você engravide ao transar menstruada, porém ainda assim é possível. O óvulo de uma mulher e o esperma de um homem podem viver durante vários dias no ambiente aconchegante do útero.

2) Sexo pode causar ataque cardíaco 
Todos nós já ouvimos as histórias do vovô que ficou muito animado durante o ato sexual e morreu de ataque cardíaco. Mas Carroll e Vreeman analisaram uma pesquisa que revela que mesmo se você fumar ou tiver diabetes, ainda assim há apenas uma chance em um milhão de você ter um ataque cardíaco durante o sexo. Na realidade, o sexo é bom para a saúde cardiovascular. Outro estudo mostrou que homens que fazem sexo duas vezes por semana ou mais têm um risco menor de desenvolver doença cardiovascular.


3) Pessoas casadas não se masturbam 
Supostamente, se você é casado você não tem que se masturbar porque pode fazer sexo quando quiser, certo? Errado! As pessoas que vivem com um parceiro sexual, na verdade, se masturbam mais que as solteiras. Mas isso não quer dizer que suas vidas sexuais estejam mortas — até porque pessoas casadas fazem mais sexo e com mais qualidade.

“O mito de que as pessoas casadas não se masturbam é completamente errado!”, informa a especialista em estilo de vida sexual, Dana B. Myers. “Para as mães ocupadas, é muito importante gastar um tempo se masturbando para aliviar o estresse e continuar aprendendo sobre o que gostam”.

4) Há uma diferença de dez anos entre o pico sexual de cada gênero 
Supostamente, os homens atingem seu pico sexual aos vinte e poucos, enquanto as mulheres atingem na meia-idade — mas a verdade é que homens e mulheres passam por altos e baixos ao longo de suas vidas. “O desejo sexual oscila constantemente e está relacionado a muitos, mas muitos outros fatores além da idade”, revelam Aaron e Rachel.


5) É apenas uma questão de tempo para um homem trair sua mulher
Em primeiro lugar, trair não é inevitável. Em segundo lugar, a idade não é um fator. Tanto homens como mulheres são mais propensos a trair quando estão infelizes em seus relacionamentos e/ou quando são sexualmente incompatíveis.

6) Transar de meia é brochante 
Pelo que dizem por aí transar de meia nos pés é brochante. Mas estudos mostram que casais que usavam meias ao ter relações sexuais eram mais propensos a atingir o orgasmo do que as pessoas que não as usavam. Resumindo: “O melhor sexo acontece quando você está confortável”, revelam as especialistas em seu livro. 


7) No fundo, as mulheres não querem sexo 
As pessoas vêm dizendo há anos que os impulsos sexuais dos homens são mais fortes que os das mulheres. Bem, a pesquisa mais recente mostra que isso está simplesmente errado. É que muitas vezes as mulheres querem sexo de formas diferentes — e temos sido culturalmente tendenciosos contra ver as mulheres como seres sexuais. “Quando se trata da biologia do corpo, muitas pesquisas sugerem que as mulheres também são feitas para ter muito desejo sexual”.

8) Mãos e pés grandes significam pênis grande
Não. Enquanto os mesmos genes parecem estar envolvidos no crescimento das genitálias, dos dedos das mãos, e dos dedos dos pés, “não há evidências de que os homens com pés grandes têm pênis maiores”. Você realmente não pode presumir que o tamanho do pênis de um cara é grande ou pequeno só de olhar para as mãos dele. 

 

fonte:;https://br.mulher.yahoo.com/

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por adm às 21:19


1 comentário

De Rui a 02.10.2014 às 21:37

Adirava ter uma conversa picante contigo para perceber quem ficava exitado 1

Comentar post




Pesquisar

Pesquisar no Blog