Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Intimidades Reveladas



Quarta-feira, 24.06.15

A tecnologia que promete melhores relações sexuais

Uma das melhores coisas de fazer sexo é perder a noção do tempo e de tudo o que se passa em redor. Mas, as aplicações de telemóvel não deixam de tentar quantificá-lo.

Várias marcas tecnológicas têm aproveitado os seus sensores para analisar todo o tipo de movimentos. Exercício físico, sono e nutrição são agora quantificáveis em quase todo o tipo de tecnologias. E como têm tido tanto sucesso, os empreendedores procuram agora quantificar a própria paixão, como sublinha o The Verge.

 

Exatamente, já existem várias aplicações para smartphones que pretendem quantificar e qualificar a vida sexual e graças aos seus algoritmos prometem sexo melhor.

Entre os destaques mais recentes estão: a Nipple,que se baseia nos dados reportados pelos utilizadores; aSpreasheets gera informação com base nos movimentos detetados pelos sensores do smartphone; a Lovely recolhe informação através de um anel peniano (gadget que acompanha a aplicação).

O The Verge destaca que apesar de diferentes, estas aplicações seguem o mesmo princípio básico: quanto mais conhecer o sexo que fez no passado, melhores serão as suas relações sexuais futuras.

Estas aplicações analisam dados como a frequência com que tem relações sexuais, a duração e a velocidade das atividades sexuais e esperam melhorar a qualidade das relações sexuais dos seus utilizadores. E apesar de muita gente querer ter sexo de qualidade, não está provado que estas aplicações e gadget realmente funcionem.

O coacher e especialista em relações sexuais, Charlie Glickman, diz que ao se focarem na métrica em vez do prazer, as apps sexuais podem levar a piores experiências sexuais e não melhores.  

Glickman deixa um conselho para os casais que querem melhorar a sua vida sexual através destas apps: “A única métrica que importa é o tamanho do sorriso de uma pessoa” no final ad experiência. 

fonte:http://www.noticiasaominuto.com/l

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por adm às 21:09




Pesquisar

Pesquisar no Blog