Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Intimidades Reveladas



Sábado, 25.03.17

Mulheres heterossexuais são quem tem menos orgasmos

Um novo estudo conjunto da Universidade de Chapman e da Universidade do Indiana, nos EUA, concluiu que são as mulheres heterossexuais quem menos orgasmos tem, ao mesmo tempo que os homens heterossexuais são os que, durante as relações sexuais, a maior parte das vezes atinge o orgasmo. Os investigadores, que inquiriram mais de 52 mil americanos de todos os géneros e orientações sexuais, queriam estudar como varia a frequência de orgasmos. Os resultados foram surpreendentes. O sexo masculino domina o pódio, com os homens de todas a orientações sexuais a ultrapassarem as mulheres em termos de maior frequência do orgasmo. Sem surpresas 95% dos homens heterossexuais disseram atingir o orgasmo sem fazerem sexo. Logo depois surgem os homens homossexuais, em que 89% afirmaram chegar ao êxtase durante o sexo e, logo depois, os homens bissexuais (88%). Só depois surgem as mulheres nas tabelas de satisfação. Em primeiro lugar surgem as mulheres lésbicas, em que 86% das inquiridas afirmou chegar ao orgasmo durante o sexo. No grupo das mulheres bissexuais a satisfação desce para os 66% e, finalmente, nas mulheres heterossexuais, a percentagem de mulheres que ficam satisfeitas fica-se pelos 65%. Os investigadores acreditam que estes "fossos de orgasmos" são resultado de uma série de fatores socioculturais e evolucionários. Conseguiram ainda apurar os comportamentos que habitualmente ocorrem e as praticas que fazem as mulheres (e homens) atingir o orgasmo de forma mais fácil (percorra a fotogaleria acima para saber mais). De acordo com os autores do estudo, "as mulheres têm maiores probabilidades de atingir o orgasmo se o encontro sexual incluir beijos apaixonados, estimulação dos genitais com as mãos e sexo oral. Foi ainda concluído que  a diferença em termos de satisfação entre lésbicas e heterossexuais prende-se com "melhores conhecimentos da anatomia feminina" e "maiores noções da estimulação clitoriana".

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/mundo/detalhe/mulheres-heterossexuais-sao-quem-tem-menos-orgasmos?ref=mundo_destaque

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:32

Sábado, 25.03.17

O que fazer nas Preliminares?

Na verdade o sexo deve ser as próprias preliminares, porque sabemos que o prazer vem de um momento inteiro não somente de um orgasmo.

Sexo é mais do que nos ensinaram sobre ele…

Que sexo pode ser bom e faz bem a saúde, todo mundo sabe!

No entanto, poucos casais dão a devida atenção ao que muito contribui e define o sucesso de uma relação sexual. As chamadas preliminares.

Namorados normalmente destinam boa parte do seu tempo no sexo para as preliminares. Não se sabe porém, porque casais depois que mantém uma relação conjugal estável deixam de namorar.

Ao que antes levavam minutos e até horas para realizar, passa com a rotina a menos de 5, 10 ou 15 minutos (média brasileira observada) para finalizar os momentos de intimidade.

Homens vão para a relação normalmente tocando diretamente os órgãos genitais da mulher, quando o ideal é tocá-los somente após já estarmos sendo estimulados e em conseqüência disto em um adequado nível de excitação.

Inúmeras mulheres queixam-se de relações não prazerosas; quanto tempo investem nas preliminares?

A pele, como maior órgão do corpo humano tem função primordial. Tocá-la e acariciá-la pode ser uma boa entrada para o prazer.

Da mesma forma, estimular os cinco sentidos é sempre indicado; o paladar, com frutas, chocolate, qualquer outra coisa que lhe agrade, e muito beijo.

O olfato, com perfumes agradáveis, aromas no ambiente que intensificam mas que não desqualifiquem o cheiro que é próprio do casal.

A audição com palavras agradáveis e expressões estimulantes sussurradas ao ouvido.

A visão com uma roupa que seduza, a higiene bem feita e uma aparência agradável.

O tato, como já visto, através de uma massagem, um toque sensual, um carinho feito de maneira agradável, também pode somar trazendo resultados imensuráveis.

Brincar mais e usar a criatividade ajuda a manter a sintonia, porque a rotina que insiste em se estabelecer em toda e qualquer relação, independente do tempo de duração desta, acaba fazendo com que o sexo se torne previsível e sem graça.

As preliminares são indispensáveis, podem ser descontraídas e de bom humor.

Por fim, recomendo a leitura do meu livro (também em formato digital), onde explico detalhes sobre o prazer sexual feminino.

Fonte: Sexo sem Dúvida

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:31

Sábado, 25.03.17

Desejo sexual é menor nos homens que treinam intensamente

Que o exercício faz bem à saúde em geral, não restam dúvidas, mas um recente estudo vem revelar que a vida sexual dos homens pode ficar condicionada quando são feitos treinos demasiado intensos.

O treino de intensidade até pode ser a forma mais prática e eficaz de conseguir alcançar os resultados pretendidos, contudo, e no que diz respeito ao sexo, é melhor os homens irem com calma.

Conta uma recente investigação da Universidade da Carolina do Norte (nos Estados Unidos) que os homens que treinam vigorosamente apresentam um menor desejo sexual do que aqueles que praticam atividade física de forma menos intensa ou moderada.

Para a investigação, publicada na revista Medicine & Science in Sports & Excercise, os investigadores recolheram os depoimentos deixados num inquérito online feito junto de 1,100 homens norte-americanos, noticia o The Telegraph. No inquérito estavam questões acerca do tipo de treino e da frequência com que treinava e ainda sobre a vida sexual e os pensamentos relacionados com sexo. Os homens foram, depois, avaliados de acordo com intensidade do treino (baixa, moderada ou alta) e com o apetite sexual (baixo, moderado e alto).

Os dados foram cruzados e, no final, os investigadores foram capazes de comprovar que os homens que treinam de forma menos intensa e/ou que treinam menos vezes são os que apresentam mais apetite sexual, ao contrário daqueles que ‘dão tudo’ no ginásio e depois têm pouco ou nada para dar debaixo dos lençóis, seja por cansaço ou mesmo por apatia.

 

Embora a conclusão deste estudo pareça clara, é importante salientar que é baseada na opinião dada online por homens, não existindo qualquer tipo de análise hormonal que comprove cientificamente a queda da libido.

fonte:https://www.noticiasaominuto.com/lif

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por adm às 17:29

Sábado, 25.03.17

Fazer sexo com frequência melhora a memória das mulheres

Agora você tem mais um motivo para praticar sexo com maior frequência. De acordo com um estudo feito por cientista da Universidade de McGill, no Canadá, fazer sexo ajuda a melhorar a memória das mulheres.

Os pesquisadores avaliaram 78 mulheres com até 30 anos em um teste de memória envolvendo rostos de pessoas e outro com palavras abstratas. Além disso, elas tiveram que responder um questionário com perguntas sobre a vida sexual e também o uso de anticoncepcionais.

fonte:http://www.minhavida.com.br/

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:28

Sábado, 25.03.17

Estudo Sexo uma vez por semana: é pouco, razoável ou muito?

A agência inglesa Mintel elaborou um estudo com 1935 homens e mulheres, entre os 16 e os 60 anos, para determinar, em média, quantas vezes por semana é que uma pessoa "normal" faz sexo.

Apesar de, ser sempre perigoso compararmos os nossos comportamentos aos dos outros, ao sabermos quais são as tendências e a regularidade com que a maioria das pessoas faz sexo, podemos compreender como é que está a nossa vida sexual.

Será que dedicamos demasiado tempo a esta área, no nosso quotidiano? Ou será que temos andado demasiado ocupados, ao ponto de não nos lembrarmos da última vez que fizemos sexo?

A realidade é que, segundo este estudo, uma em cada cinco pessoas admite fazer sexo entre uma a quatro vezes por semana. Em oposição, 3% dos entrevistados garantiu que faz sexo todos os dias.

O estudo realizado pela Mintel garantiu também, que durante toda a nossa vida fazemos sexo cerca de 5778 vezes e que vamos passar cerca de 2808 horas a praticar esta arte de fazer amor. Concluindo: desde que nascemos até ao nosso último dia, apenas despendemos 0,45% da nossa vida a fazer sexo, ou seja, 117 dias.

Suspeite da próxima pessoa que vir a gabar-se da quantidade de sexo que tem. Cientificamente falando, é pouco provável.

Leia mais em: http://www.vip.pt/estudo-sexo-uma-vez-por-semana-e-pouco-razoavel-ou-muito

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:24

Sábado, 25.03.17

Por quê os homens desejam Sexo Anal?

O sexo anal é um dos tabus da sexualidade humana. Já foi considerado crime, pecado, método anticoncepcional e respeito. Sim, respeito. Pois, na Roma Antiga, na noite de núpcias em respeito à timidez da noiva, fazia-se o sexo anal.

Define-se pela introdução do pênis no ânus. É uma das preferências sexuais, pois o “aperto” do ânus proporciona prazer intenso. Como toda prática sexual só deve ser feito se houver desejo e prazer para os dois. Nunca deve ser feito por obrigação ou para agradar. Sexo é cumplicidade!

Por que muitos homens desejam o sexo anal? Sentem mais tesão com o “aperto” do ânus, o bumbum é uma preferencia nacional e eles costumam associar a posição de quatro a poder e controle.

Mas, lembrem-se homens: esta pode não ser a posição mais agradável para sua companheira. Tente também outras, como ela de lado ou deitada de bruços. Ela também tem de sentir prazer!

O sexo anal é também permeado de mitos. O homem gostar de fazer sexo anal com mulheres não o define homossexual. Ele tem desejo pelo sexo anal com uma mulher. O ânus faz parte do corpo feminino também. E, não é só o homem quem sente prazer com o sexo anal. O prazer é dos dois. Por isso, não o faça se não se sentir à vontade.

Atenção! Não deve haver dor com a prática. A região anal não tem a elasticidade nem a lubrificação da vaginal. Assim, deve-se estar bem relaxada quando for acontecer a penetração. Pois, esse relaxamento favorece a abertura do esfíncter que comporta a entrada do pênis. É bem vindo o uso de lubrificantes para sexo anal para não haver dor nem fissuras anais.

Lembretes: usar camisinha sempre! Se pretender penetrar a vagina depois do ânus, troque a camisinha! Cuidado com os lubrificantes anestésicos, eles podem mascarar dores e causar fissuras!

Por fim, Sexo Anal é uma fonte de prazer, uma forma de fazer sexo que requer algumas precauções, como todas as outras práticas sexuais.

Divirta-se!

Fonte: Sexo sem Dúvidas

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:23

Sábado, 25.03.17

COMO TORNAR O SEXO UM PRAZER E NÃO UMA OBRIGAÇÃO

O tabu e as expectativas sobre o sexo atrapalham. A nossa sociedade cria muitos estereótipos sobre como seria o “sexo bom”, limitando a liberdade das pessoas na busca da própria satisfação sexual.  É dessa pressão que  costuma surgir “o sexo ruim” ou o “sexo como obrigação”.

Cada pessoa tem o seu apetite sexual. Segundo uma pesquisa do instituto de Psiquiatria do Hospital de Clínica da USP, a média de relação sexual dos casais brasileiros é 3 vezes na semana, mas não é uma regra. Não se mede a satisfação e a união de um casal através do número de vezes que fazem sexo, isso é um mito.

A relação sexual precisa ser vista sem pressão, como algo natural e que pode ser prazerosa. Cada um terá o seu jeito para encontrar o seu prazer. O interesse sexual será conforme a personalidade, história, crenças (o que o sexo significa para a pessoa) e o momento de vida que está passando. Ocorrem mudanças constantes nas vidas das pessoas (por exemplo: nascimento de um filho, estresse, excesso de trabalho, doença, mudanças hormonais devido a idade, …).

Alguns têm dificuldade para falar sobre os seus desejos e suas inseguranças. O medo do julgamento, a vergonha ou a falta de hábito de falar sobre sexualidade toma conta e costuma silenciar os desejos sexuais da pessoa. Alguns não conhecem o próprio corpo, não se sentem a vontade para falar sobre a sua sexualidade, sobre aquilo que os excita ou é “broxante”. Dessa forma o casal deixa de dizer sobre seus desejos, e nesse momento o sexo pode se tornar desagradável e dispensável, virando mais uma obrigação do que satisfação. 

Normalmente a pessoa insegura acredita que não podem dizer “não” ao pedido de sexo do companheiro, porque, por exemplo:

– O companheiro deixará de amá-la e procurará outra pessoa para ter relação sexual.

– Alguns homens insistem para o sexo e quando a esposa diz “não” sentem-se rejeitados. Podem ficar inseguros e até mesmo com ciúmes, imaginando que a mulher não se interessa por ele, que ela está interessada por outras pessoas.

– Mulheres podem sentir pressionadas quando o marido insiste para a relação sexual, e quando cedem aos pedidos, sentem-se “usadas”. Ficam magoadas e com raiva do esposo.

Essas situações citadas frequentemente geram muitas brigas sem que os dois percebam que a causa principal desses desentendimentos não é o sexo, mas sim a pressão e insegurança que acompanha a questão sexual. As ofensas acontecem pela insegurança (do parceiro não querer a relação sexual) ou pela mágoa (da pessoa fazer sexo sem vontade). A ansiedade de ambos aumenta.

A sensação de que o sexo é uma obrigação pode desgastar o relacionamento

Por esse motivo é importante o casal falar sobre as suas inseguranças, acalmar e acolher as emoções do companheiro, encontrando “uma medida” dentro do apetite sexual dos dois, buscando redescobrirem novas formas de prazer (não só no ato sexual, mas na conexão do casal. Por exemplo: troca de carinho, companheirismo, passeios, … ).

A obrigação de “cumprir” o papel do marido ou da mulher é pesado. Não é interessante priorizarem o prazer de um ou de outro, mas sim buscarem o prazer juntos, que funcione para os dois. É preciso encontrar o equilíbrio na vida sexual, respeitando e chegando num combinado para ambos sentirem prazer no sexo.

É interessante entenderem os sentimentos, o que a relação sexual significa para cada um, aumentando a intimidade. Isso facilita a pessoa se sentir mais a vontade e segura com o seu corpo e também para falar sobre seus interesses sexuais. Dessa forma o casal pode descobrir novas formas de estimular a sexualidade.  

fonte:http://www.tribunapr.com.br/

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:21

Sábado, 25.03.17

Claudia Raia revela segredo para boa forma: "muito sexo"

Aos 50 anos, Claudia Raia está no auge. A atriz confessou a Matheus Mazzafera que já realizou procedimentos estéticos no rosto, mas que toma bastante cuidado para não exagerar. “Já fiz botox, mas algo muito discreto, pois preciso das minhas expressões para atuar”, conta, e continua: “Não sou refém da estética. Uso ela a meu favor e dentro da minha realidade de 50 anos”.

Ela ainda revelou os segredos para manter a boa forma: "Danço, sapateio, faço XBody [...]. Também faço muito sexo!", respondeu rindo. Quando questionada sobre ter netos, Claudia revela que queria ter tido mais um filho, mas se sente completa sendo mãe de Enzo e Sophia. Ela disse ainda que, no seu casamento com Jarbas, não sente a necessidade de ter um filho, que adotaria mas que, se tiver vontade, tem óvulos congelados. "Se um dia me der vontade, talvez", finaliza.

fonte:https://www.noticiasaominuto.com.br/li

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por adm às 17:20

Sábado, 25.03.17

Ex-BBB assume vício em sexo: "Sou ninfomaníaco, só paro se pedir"

Sexo parece ser um assunto muito importante para Luiz Felipe, ex-confinado na edição deste ano do BBB. O rapaz revelou, em entrevista ao EGO, que buscou a evolução sexual para satisfazer 100% as mulheres na cama.

 

"Com o tempo, vi que era importante garantir o prazer dela antes do meu. Não abro mão de saber fazer um bom sexo oral até ela atingir o orgasmo. Gosto quando também é bem feito em mim. É fundamental", disse.

Sexo não é só importante, como um vício, segundo o próprio Luiz. "Se deixar, transo todos os dias. Sou ninfomaníaco, só paro quando ela pede. Gosto de fazer sexo pelo menos três vezes ao dia. Por isso que namorar é tão bom. Nunca fui só de ficar", comentou.

Dentre os fetiches ainda não saciados, um clássico: transar com duas mulheres. "Nunca aconteceu, mas é o sonho de todo homem", segundo ele.

Porém, o rapaz tem no currículo algumas aventuras, como não saber com quantas mulheres já teve relações sexuais e ter feito sexo em um lugar inusitado: "Meu pai tinha uma lancha e fui com uma namorada para o meio de uma lagoa, onde toda a cidade costuma tomar sol na areia. O tesão foi tão forte que entramos na água e rolou ali mesmo. Só precisamos nos controlar nos movimentos e sons para as pessoas não verem, inclusive meus pais, que estavam na areia", confessa.

Entretanto, nem tudo é amor na vida do ex-BBB. Luiz Felipe já foi acusado de agredir uma ex-namorada: "Me arrependo muito de ter puxado parte do braço dela e do cabelo, que veio junto. Estávamos em um show e não gostei quando a vi falando com um outro cara. Fiquei descontrolado porque sou ciumento. Ela acabou jogando uma garrafinha de plástico com água na minha cabeça. Depois ficou tudo certo entre nós porque ela sabe que não tive a intenção de machucá-la", finaliza.

fonte:https://www.noticiasaominuto.com.br/

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:18

Sábado, 25.03.17

Fixação masculina por sexo anal pode ser homossexualidade enrustida, diz estudo

Para muita gente a prática da modalidade sexual por detrás na mulher ainda é um tabu muito grande. O assunto, por ser pouco comentado, por causa de preconceitos, vive cercado de muitas dúvidas e alguns mitos. Mas enfim, há mulheres que adoram e outras que sequer pensam em tentar; e também há homens que adoram e vivem tentando e outros acabam por sempre praticarem de acordo com a vontade ou não de suas parceiras.

Neste artigo vamos tratar sobre uma pesquisa divulgada na edição de março pela revista Nature, comandada pela Doutora Mary Collins Scheer que diz que ” o homem ao investir em uma mulher por detrás, ou seja na posição corporal de costas para ele, em seu inconsciente está projetando imagens de homens sendo sodomizados”. Sodomizar = Cometer o ato por detrás com agressividade, mais praticado por homens mesmo.

O que não falta na pesquisa da Doutora Mary, são polêmicas e espanto pelo contexto em si, que insiste em provar que este ato tanto insistido ou desejado pelos homens, nada mais é do que um ato homossexual enrustido dentro deles!

A Dra. Mary afirma categoricamente em sua tese, que esses homens que se dizem 100% héteros e que praticam com frequência ou esboçam o desejo de praticar este ato, na verdade, eles estão transmitindo mensagens subliminares por estarem em conflito com a sua orientação sexual, ou seja, “la no fundo” não são 100% héteros.

Para a Dra. Scheer “o ato onde o homem deixa a mulher de costas para ele possui um simbolismo de negação da anatomia feminina da parceira. É uma manifestação do inconsciente que projeta na fantasia da circunstância homens no lugar onde está a mulher”.

O estudo ainda aponta que existe uma repressão de desejos da parte do homem, fazendo não ter a coragem o suficiente para assumi-los, incluindo requintes de crueldade, então que a mulher o viva por ele!

E para finalizar, a pesquisadora, recomenda que as mulheres criem um ambiente de diálogo transparente entre o casal para que os homens possam se sentirem livres para assumir e viver os desejos sem o complexo de castração enrustido. Caso seu parceiro a assedie muito com este pedido sugira a ele um ménage masculino e crie ambiente para ele se permitir experimentar a alteridade na relação.

- See more at: http://www.24horasnews.com.br/noticias/ver/fixacao-masculina-por-sexo-anal-pode-ser-homossexualidade-enrustida-diz-estudo.html#sthash.bfEU3Ual.dpuf

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:17

Sábado, 25.03.17

Sexo Oral na Mulher: 10 dicas para fazer bem feito

Como fazer, que técnica utilizar, que produtos você poderá usar, por onde começar e como acabar um bom sexo oral é o que vou passar a você.

Nesse post irei deixar algumas dicas sobre sexo oral na mulher, que é um dos grandes prazeres e estímulos que você pode proporcionar na hora do sexo.

O sexo oral é uma das inúmeras possibilidades de sentir prazer, tanto para homens quanto para mulheres, mas saber fazer existe jogo de cintura, é preciso uma dose de percepção e atenção.

Dicas para fazer um bom sexo oral na mulher

1) Surpreenda

O corpo da mulher é cheio de sensações prazerosas. Explore esse corpo.

Provoque nela a dúvida de se você vai chegar lá ou não. A expectativa é gostosa. Portanto, beije-a bastante, acaricie o corpo, beije a barriga, costela, passe para as coxas e pés.

Suba devagar, assim ela ficará louca e o prazer só aumentará.

2) Escolha uma posição confortável

Pode parecer besteira pensar nisso, mas não é.

Para um bom sexo oral na mulher, tanto pra quem recebe, quanto pra quem faz, é imprescindível estar confortável.

Se distrair por uma dor na perna, no quadril, nas costas, no pescoço não é legal para nenhum dos dois, não é?!

Portanto, escolha uma posição confortável e vá direcionando, conduzindo a mulher para essa posição, de forma que facilite os estímulos, além de contribuir para aumentar a expectativa do que está por vir.

3) Tenha calma

O clitóris é a região que mais proporciona prazer na mulher, mas não é o único.

Então, vá com calma, comece explorando, beijando e acariciando a parte interna da coxa, virilha, grandes lábios.

Vá contornando a região toda, beije, passe a língua na área acima dos pelos pubianos e deixe o clitóris por último. Dessa forma, ela ficará com mais vontade, mais excitada e mais preparada para o toque no clitóris.

Por mais que a língua é úmida e facilita o toque, o clitóris é muito sensível, então preparar o corpo da mulher, deixando-a mais excitada, é mais gostoso e prazeroso, e quando você chegar lá, ela não vai querer que você pare.

4) Seja paciente

O sexo oral é extremamente prazeroso, pois estimula o ponto mais sensível da mulher. Para algumas delas, o sexo oral serve mais como preliminar, para outras é a chave para atingir o orgasmo.

Contudo, o objetivo é sentir prazer, então tenha paciência. Procure observar a reação da mulher e deixe que ela lhe sinalize quando parar.

O ser paciente significa que pode demorar, umas mais outras menos, mas não fique preocupado com o tempo.

Apenas curta, se divirta e aproveite por proporcionar esse prazer à mulher.

Fazer sexo oral nela devagar

5) Use a língua de forma delicada

Isso significa que não é pra deixar a língua dura. Isso não só é ruim, quanto é mais cansativo pra você.

Portanto, movimente a língua com leveza, de forma suave.

O movimento leve da língua deve ser usado na região toda da vagina, coxa, virilha, grandes e pequenos lábios, períneo (área entre a abertura da vagina e o ânus) e principalmente no clitóris.

Faça movimentos circulares, de vai e vem. Algumas mulheres gostam de movimentos mais rápidos, outras preferem movimentos mais devagar.

Varie, vá testando e observando, descubra o que é melhor para ela.

6) Varie sabores

Se você é daqueles que não se agrada muito com o cheiro da vagina ou o sabor da lubrificação, aposte em géis e cremes aromatizados.

Além de dar um sabor diferente e que pra você possa ser mais prazeroso, também pode proporcionar sensações diferentes na mulher.

 

7) Introduza o dedo

Essa dica também é importante e pode proporcionar ainda mais prazer à mulher. Porém, espere um tempo, não use todos os recursos no mesmo momento.

Não se esqueça, tenha calma, vá devagar. Espere ela estar bem excitada, lubrificada e dessa forma, o prazer só vem a aumentar.

Faça devagar, não chegue já enfiando o dedo até o final, pode acabar assustando-a.

Comece passando o dedo na entrada da vagina, também com movimentos circulares. A entrada da vagina (dois, três primeiros centímetros) também é uma área que proporciona muito prazer, então explore essa área, vá introduzindo o dedo de forma devagar.

Algumas mulheres gostam do movimento do dedo de vai e vem, igual ao movimento de penetração do pênis, mas há mulheres, que preferem que o dedo se movimente dentro da vagina, com movimentos pra frente pra trás, o que pode facilitar o estímulo no ponto G.

8) Observe

Estar atento às reações da mulher é importante pra saber se você está fazendo bem feito e deve continuar assim ou se é preciso mudar o estímulo, ritmo, pressão, etc…

A mulher de alguma forma sinaliza, mantenha contato visual, observe sua expressão facial e corporal, se atente aos gemidos e sons. Quanto mais frequentes, mais prazer está tendo.

9) Mantenha o ritmo

Essa dica é importante frisar.

Quando a mulher estiver bem excitada e você perceber pelas reações do corpo dela que ela está quase no ápice de prazer, ou seja, quase chegando ao orgasmo, mantenha o ritmo, pressão, movimento que você estiver fazendo, não mude.

Por mais que você se empolgue e também se excite por ver-la super excitada, não mude o ritmo, não acelere, não pare, não faça nada de diferente, pois pode acabar quebrando o alcance ao orgasmo.

10) Sugestões de posições para sexo oral nela

Existem algumas posições mais comuns, como a mulher deitada, de barriga pra cima, podendo levantar o quadril pra facilitar o estimulo de toda a região vaginal.

A mulher deitada mais na beirada da cama, assim o parceiro pode ficar de joelhos no chão ou levemente agachado.

A mulher pode ficar em pé, com uma das pernas elevadas, apoiada em algum lugar ou até mesmo no ombro do parceiro, enquanto ele está agachado ou de joelhos no chão.
Também se tem um bom acesso à região vaginal, com a mulher de quatro e as pernas um pouco abertas.

Outra posição é a mulher deitada de lado, com uma das pernas levantada e apoiada no parceiro ou em outra coisa que esteja próximo. Nessa posição, o parceiro também pode ficar deitado de lado.

E por último, existe a clássica posição meia nove, em que ambos estimulam e recebem estímulos.

É importante lembrar, que no caso de usar alguma posição em que alguém fique de joelhos, você pode utilizar alguma almofada para apoio, assim evitam-se dores nos joelhos e articulações, podendo usufruir o que há de melhor no sexo oral.

Bom, essas foram algumas dicas para você fazer bem feito na hora H.

Também considero muito importante o diálogo entre o casal.

Se você está num relacionamento mais estável, podem conversar sobre isso quando acharem um momento pertinente.

Mas se estamos falando de uma transa casual e as vezes não da tempo e nem se tem clima para essa conversa, o ideal é você realmente observar as reações do corpo da mulher para identificar o que lhe agrada.

Estar atento a essas reações serve para todas as situações, mesmo em casais estáveis, assim como também é importante a mulher ir direcionando, orientando o parceiro nessa prática, de forma que lhe satisfaça.

Até porque, ninguém nasce sabendo e mesmo quando já se sabe, não é igual para todas as mulheres, não é?!

Fonte: Sexo sem dúvida

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:16

Sábado, 25.03.17

Qual o tamanho do pênis que mais agrada as mulheres?

Existe uma crença popular, principalmente entre os homens, de que pênis grande dá mais prazer à mulher.

Essa crença está relacionada à falta de conhecimento que as pessoas têm com relação às dimensões normais do pênis e da vagina.

Outros fatores que colaboram são revistas e filmes pornográficos que mostram homens com pênis enormes e associam o tamanho do pênis à virilidade masculina e ao prazer e satisfação sexual da mulher.

Há também a influência dos amigos que contam piadas e vantagens sobre o tamanho do pênis e até alguns homens que comparam o tamanho do pênis dos seus filhos pequenos com o dos seus coleguinhas.

O tamanho médio do pênis

Vale esclarecer que a maioria dos pênis, quando eretos, medem entre 11 e 16 cm, sendo a média de 14 cm.

O tamanho médio do pênis adulto em flacidez varia entre 6 a 9 cm, podendo ainda ser um pouco menor, dependendo de fatores, tais como frio ou qualquer outra situação que possa influenciar no tamanho.

A profundidade da maioria das vaginas

Por outro lado, a profundidade da maioria das vaginas varia de 09 a 12 cm, ou seja, um pênis muito grande não leva vantagem nenhuma quando o assunto é o prazer e a satisfação sexual feminina, pelo contrário, pode até machucar a parceira.

Quando o homem tem um pênis avantajado, seu órgão geralmente toca o colo do útero da mulher durante a relação sexual e para que ela não sinta dor, muitas vezes o casal precisa adaptar as posições na hora do coito.

Vale ressaltar que na vagina a área mais sensível aos estímulos eróticos, fica localizada entre os primeiros três centímetros do introito vaginal (entrada).

Então, para que um pênis tamanho GG?

Além do mais, as estruturas anatômicas femininas são diferentes das masculinas, a mulher precisa de mais tempo para alcançar a congestão pélvica necessária para a excitação e a lubrificação.

Então, meu amigo, cuide da qualidade da relação no dia a dia, isso conta muito para a mulher na hora do sexo.

Quer agradar? Invista na gentileza, nas carícias sensuais e na sedução.

Procure saber como ela gosta de receber os estímulos e permita-se também desfrutar das sensações.

Você verá que o único risco que você vai correr é o de dar e sentir muito mais prazer.

Qual a importância do tamanho do pênis?

Segundo a Psicóloga Terapeuta Sexual Dra. Carolina Freitas, é importante conscientizar que o tamanho do pênis não tem essa relevância que a nossa cultura afirma.

Que esta preocupação, se excessiva, pode trazer medo de desempenho. E ainda, que nenhum procedimento para aumento de pênis é eficaz, inclusive pode trazer problemas quanto ao funcionamento.

O prazer sexual não está no tamanho do pênis e sim no envolvimento.

Assim, é importante saber que o tamanho do pênis não tem relação direta com o desempenho sexual e que o tamanho do pênis sem ereção não determina o tamanho em ereção.

A vagina é elástica, por ser músculo acomoda qualquer tamanho de pênis.

fonte:http://180graus.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

por adm às 17:13

Sábado, 25.03.17

Bella Piero fala de novo filme e de cena de sexo em 'A lei do amor'

Nas cenas recentes de "A lei do amor", Xanaia, personagem de Bella Piero, perdeu a virgindade com Edu (Matheus Fagundes). A atriz conta como foram as gravações das sequências quentes:

- André (Barros) dirigiu. Claro que ele se importa com toda a técnica, mas disse que o mais importante era sentir. Tem um olhar muito generoso, sensível. Deixa o ator ter tempo. E isso na TV é um privilégio. O Matheus também estava muito entregue - elogia.

Bella, de 21 anos, garante que não ficou intimidada.

- Em cena, não podemos ter o pudor de mostrar, principalmente os sentimentos. Ali, o corpo era um instrumento. Não tenho vergonha de me despir. Não eram a Bella e o Matheus e sim, a Xanaia e o Edu. No final da sequência, tinha um clipe deles tirando a blusa e se beijando. Gravamos até mais, mas foi cortado. Estávamos com muita roupa e foi difícil puxar a saia. Se a gente pudesse, tiraria tudo - explica ela, que foi a Nina de "Verdades secretas".

Com a chegada de Marina (Alice Wegmann) à história, Edu ficou mais próximo da massagista. Bella torce para que isso não atrapalhe a relação do casal:

- Quero que eles fiquem juntos. Sei o quanto a minha personagem floresceu e é capaz de amar alguém.

Bella também está escalada para "Tudo errado", filme dirigido por Paulo Halm. O longa ainda não tem data para ser rodado.

- Vou interpretar Bebel, uma adolescente que foge de casa quando descobre que está grávida. Me interessa muito falar desse universo - conta a atriz, que também escreve e pretende montar uma peça de sua autoria.

fonte:http://kogut.oglobo.globo.com/n

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por adm às 17:13

Sábado, 25.03.17

“BBB17”: Roberta e Pedro contam truques para não pensar em sexo

Roberta conversa com Pedro sobre assuntos íntimos e conta seus truques. “Começo a pensar na grama, na minha mãe, comida. Fico pensando e falo: ‘Deus, me ajuda”, diz a sister. “O que está me mantendo é o equilíbrio das coisas. Conseguindo fazer tudo regradinho, isso me mantém a sanidade”, divide Pedro.

Então, o assunto se torna sobre um casal da casa. “Não sei se Manoel e Vivian já rolou”, diz Roberta. “Não. Manoel não deixa”, afirma Pedro.

E ainda:

A conversa sobre o jogo segue firme e forte no Quarto do Líder. Roberta quer saber se Pedro acha que Marcos vai se fortalecer, caso Emilly deixe o BBB. Mas o brother acredita que o cirurgião plástico será eliminado em breve. “Se não ele, o Ilmar”, observa Pedro. “O próximo Paredão da semana que vem, sou eu e um dos dois”, afirma Roberta.

Em seguida, outro participante é assunto entre eles. “Uma pessoa que, infelizmente, vai dar uma rodada fácil é o Daniel”, dispara a sister. “Talvez ele dê. Ele e Marinalva se colocaram em posições frágeis nos últimos dias. Deu uma isolada”, explica Pedro. O Líder ainda faz um comentário sobre Roberta. “Rômulo tem a mesma visão que eu. Para mim você está no topo”.



Fonte: http://www.otvfoco.com.br/bbb17-roberta-e-pedro-contam-truques-para-nao-pensar-em-sexo/#ixzz4cMIv94cA

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por adm às 17:12



Pesquisar

Pesquisar no Blog